6 atitudes e comportamentos que prejudicam a sua carreira

 

 Imagem2

Por mais que seu currículo seja impecável e você realize o trabalho como ninguém, sem o perfil comportamental adequado, todo o seu conhecimento e experiência podem escorrer por água abaixo.

O mercado está de olho em qualidades que são tão importantes quanto a formação, tanto na hora de contratar, como na decisão de manter colaboradores. Por isso, é preciso ficar atento em atitudes e comportamentos que prejudicam a sua carreira e impedir a sua ascensão. Separamos a seguir alguns exemplos do que é preciso evitar ou repensar caso se identifique com alguma delas.

Reclamar demais

Pessoas que reclamam muito demonstram improdutividade, falta de dedicação e pouca adaptabilidade – além de tornar a convivência desagradável. Portanto, ao invés de resmungar, procure novas soluções, tenha iniciativa e utilize o seu desagrado de forma construtiva.

Não assumir a culpa ou culpar terceiros

É fácil ostentar a responsabilidade de algo que deu certo. Difícil é assumir erros quando o resultado sai aquém do esperado. Por isso, muitos terceirizam a culpa, mas se esquecem que fugir da autoavaliação gera consequências ainda mais graves e impede o seu crescimento profissional.

Fofocar

Falar mal de alguém ou discutir sobre a vida alheia afetam diretamente a sua reputação, fazendo com que seja visto como falso, desleal, e pouco confiável. Além disso, sua palavra pode ser usada contra si mesmo, ser deturpada ou chegar em ouvidos errados. Prefira utilizar o tempo para conversar sobre assuntos mais agradáveis.

Comodismo

Pessoas conformadas e acomodadas se imobilizam em seus medos, evitam desafios e não arriscam. Fazem apenas a obrigação, aceitam passivamente o que vier e raramente progridem. Diante de um mercado tão competitivo como o atual, estacionar na zona de conforto apenas te deixará para trás.

Conversar demais ou não se relacionar

Pessoas que conversam demais podem atrapalhar o setor e serem consideradas improdutivas. Ao mesmo tempo, as antissociais se tornam malvistas pelos colegas e possuem mais dificuldade de chegar a um cargo de liderança. O ideal é encontrar equilíbrio entre estes dois extremos. Cultive o seu networking, tente frequentar happy hours e eventos da empresa, mas zele para não estender demais a pausa para o café e o bate-papo no meio do expediente.

Arrogância e insegurança excessiva

Superestimar ou subestimar sua própria competência pode ser prejudicial a toda a sua cadeia de trabalho. A arrogância impede o aprendizado e a aceitação das ideias do outro, enquanto a falta de confiança paralisa o profissional, impondo obstáculos, muitas vezes, inexistentes.

Comentário

Deixe um comentário

nove + dois =

XHTML: Você pode usar: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Siga-nos nas redes